Screen Shot 2020-05-29 at 1.33.35 PM.png

Os sintomas mais comuns da COVID-19 são febre, cansaço e tosse seca. Alguns pacientes podem apresentar dores, congestão nasal, dor de cabeça, conjuntivite, dor de garganta, diarreia, perda de paladar ou olfato, erupção cutânea na pele ou descoloração dos dedos das mãos ou dos pés.

FONTE: OPAS

Screen Shot 2020-05-29 at 1.34.19 PM.png

Algumas das recomendações de prevenção à COVID-19.
 

  • Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%.

  • Mantenha uma distância mínima de cerca de 2 metros de qualquer pessoa tossindo ou espirrando.

  • Evite abraços, beijos e apertos de mãos. 

  • Evite circulação desnecessária nas ruas.

  • Utilize máscaras se sair.

FONTE: MINISTÉRIO DA SAÚDE

Screen Shot 2020-05-29 at 1.34.54 PM.png

A Organização Mundial da Saúde (OMS) orienta a manutenção da amamentação por falta de elementos que comprovem que o leite materno possa disseminar o novo coronavírus. A mãe deve usar máscara e lavar as mãos antes de tocar no bebê.

FONTE: PORTAL FIOCRUZ

Screen Shot 2020-05-29 at 2.55.44 PM.png

Até o momento, não há vacina nem medicamento antiviral específico para prevenir ou tratar a Covid-19. No entanto, no dia 24 de abril, a Organização Mundial de Saúde anunciou que diversos países, convocados pela União Europeia e pela Organização das Nações Unidas, lançaram uma aliança para que esforços sejam concentrados na busca por uma vacina e sua distribuição igualitária.

FONTE: FIOCRUZ

Screen Shot 2020-05-29 at 2.55.58 PM.png

Siga as recomendações abaixo:
 

  • Passo 1: Molhe as mãos e os pulsos com água corrente

  • Passo 2: Aplique sabão suficiente para cobrir as mãos e os pulsos molhados

  • Passo 3: Esfregue todas as superfícies, incluindo as costas das mãos, entre os dedos e as unhas, e punhos por pelo menos 20 segundos

  • Passo 4: Enxágue abundantemente com água corrente

  • Passo 5: Seque as mãos com um pano limpo ou toalha de uso individual, ou toalha descartável.

FONTE: UNICEF

Screen Shot 2020-05-29 at 2.56.20 PM.png

É importante manter uma alimentação saudável, praticar exercícios físicos, não fumar, não usar drogas e não consumir bebidas alcoólicas, priorizando fazer coisas que lhe deem prazer (mas sempre respeitando a recomendação de não sair de casa).

FONTE: FIOCRUZ

Screen Shot 2020-05-29 at 2.56.31 PM.png

COVID-19 é a doença infecciosa causada pelo novo coronavírus (SARS-COV-2), agente causador da doença.

FONTE: MINISTÉRIO DA SAÚDE

Screen Shot 2020-05-29 at 2.56.44 PM.png

Não se sabe com precisão o grau de imunidade que as pessoas desenvolvem ao se contaminarem com o novo coronavírus, nem por quanto tempo ela dura.

FONTE: AGÊNCIA LUPA NA CIÊNCIA

Screen Shot 2020-05-29 at 2.56.58 PM.png

De acordo com a OMS, a maioria dos pacientes com COVID-19 (cerca de 80%) podem ser assintomáticos e cerca de 20% podem requerer atendimento hospitalar por dificuldade respiratória.
O paciente assintomático também transmite a doença.

FONTE: MINISTÉRIO DA SAÚDE

Screen Shot 2020-05-29 at 2.57.07 PM.png

Pesquisadores da Fiocruz, em parceria com a prefeitura de Niterói, iniciaram um estudo para verificar a presença de material genético do novo coronavírus (Sars-CoV-2) em amostras do sistema de esgotos da cidade. O objetivo é acompanhar o comportamento da disseminação do vírus ao longo da pandemia de Covid-19.

Considerando que evidências científicas recentes mostram que o novo coronavírus é excretado em fezes, o projeto utiliza a análise de amostras de esgotos como um instrumento de vigilância, identificando regiões com presença de casos da doença.

FONTE: PORTAL FIOCRUZ

Screen Shot 2020-05-29 at 2.57.19 PM.png

Até o momento, não há vacina nem medicamento antiviral específico para prevenir ou tratar a COVID-2019. As pessoas infectadas devem receber cuidados de saúde para aliviar os sintomas. Pessoas com doenças graves devem ser hospitalizadas.

FONTE: OPAS

Screen Shot 2020-05-29 at 2.57.28 PM.png

É possível escolher práticas mais seguras. O melhor parceiro(a) é aquele com quem você possui vínculo afetivo ou que mora com você. Sempre é discutível optar pela interação sexual pois as pessoas podem ficar assintomáticas por 14 dias, ou seja, nesse período podem transmitir o COVID-19. Recomenda-se o banho antes e depois das práticas sexuais. Masturbação, carícias no corpo, masturbação a dois (hétero ou homo) e relação sexual pênis-vagina apresentam menos risco, com camisinha e sem beijos. Vale lembrar que o COVID-19 em pessoas infectadas foram encontrados na saliva e nas fezes. Mas não há evidencias sobre a presença do vírus no sêmen ou na secreção vaginal.

FONTE: FEBRASGO

Screen Shot 2020-06-03 at 3.16.42 PM.png

Um artigo publicado no periódico British Medical Journal (MBJ), mostra que, até o momento, não há evidências científicas de que altas doses de vitamina D ajudem na prevenção ou no tratamento da Covid-19.

FONTE: AGÊNCIA LUPA

Screen Shot 2020-06-03 at 3.16.57 PM.png

Sabendo que a obesidade anda de mãos dadas doenças crônicas )como diabetes e hipertensão), a preocupação para que ocorra o controle adequado da pressão arterial e dos níveis glicêmicos tende ser ainda maior, além dos cuidados individuais e coletivos como medidas de proteção para assim evitar a COVID-19 e suas complicações.

FONTE: MINISTÉRIO DA SAÚDE

quiz15.png

Raros casos de cães, gatos e outros felinos com a Covid-19 foram registrados.

Não há evidências de que os animais domésticos transmitam para humanos.

Lavar as mãos antes e depois de interagir com os animais, e manter distância do pet caso a pessoa esteja contaminada

FONTE: AGÊNCIA LUPA